No tabuleiro Campos/SJB, Wladimir leva Elísio ao presidente estadual do PP

No tabuleiro Campos/SJB, Wladimir leva Elísio ao presidente estadual do PP
  • Publishednovembro 22, 2023

Os cenários políticos de Campos e São João da Barra nunca estiveram tão entrelaçados. Nesta quarta-feira (22), em Brasília (onde estão cinco dos nove vereadores sanjoanenses), Elísio Rodrigues (PL) esteve, junto com o prefeito de Campos, Wladimir Garotinho (PP), no gabinete do deputado federal Dr. Luizinho (PP). Luizinho é o presidente do diretório estadual do Progressistas. A movimentação pode ser um indicativo do partido e o futuro candidato a prefeito no município. O PP foi o partido pelo qual Carla Machado (hoje, PT) foi eleita (2016) e reeleita (2020) em SJB.

O interesse dos Garotinho na eleição de SJB aumentou após a ex-prefeita Carla, atual deputada estadual, ter transferido o título para Campos e afirmar que participará do processo eleitoral (aqui), do lado oposto ao prefeito. Como mostrou o blog no último fim de semana (aqui), o clã procura um candidato para chamar de seu na terra de Narcisa Amália. Em entrevista recente ao Manchete Podcast (aqui), Wladimir não escondeu isso. Nomes como o do ex-governador Anthony Gaotinho e do suplente de deputado federal Caio Vianna (PSD) passaram a figurar como possíveis, em uma eventual transferência de título, mas o prefeito de Campos afirmou que mantinha a conversa com Elísio;

100

Antes de Carla Machado se alinhar com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Rodrigo Bacellar (PL), para as eleições de Campos no ano que vem — e o fim da pacificação campista —, existia uma tendência de atuação política conjunta de Rodrigo, Wladimir e o deputado Bruno Dauaire (União) para tentar quebrar a hegemonia da ex-prefeita sanjoanense. Todos estariam empenhados no apoio a uma chapa, ainda a definir. O grupo liderado por Carla em SJB venceu as últimas cinco eleições municipais — sendo que, em quatro, ela encabeçou a chapa.

Ex-presidente da Câmara, Elísio Rodrigues continua como um nome cotado. Vereador mais votado nas duas últimas eleições municipais, ele não esconde o desejo de disputar o Executivo (aqui). Mas existia o risco de acabar sem padrinho político enfrentar uma máquina forte. Bacellar já está com Carla. Wladimir o acolheu (aqui), mas há quem diga que o grupo ainda quer buscar um nome mais competitivo, oposição com cara de oposição, como dizem. No entanto, o recente movimento em Brasília contraria essa tese.

About The Author