Juninho Virgílio no Manchete Podcast: Pacificação, mas sem fugir do embate

Juninho Virgílio no Manchete Podcast: Pacificação, mas sem fugir do embate
  • Publishedabril 13, 2023

O vereador Juninho Virgílio (União) afirmou em entrevista ao Manchete Podcast desta quinta-feira (13) que o acordo de pacificação vigente na cidade tem dado frutos. E que a população está vendo isso. No entanto, mantendo o estilo que sempre adotou, diz que não há motivos para fugir do embate. Defensor de primeira linha do governo Wladimir Garotinho (sem partido), Juninho acredita na reeleição do prefeito no próximo ano, com possibilidade de primeiro turno, e analisa a possibilidade de o prefeito conseguir elege no seu grupo o maior número de vereadores.

Em relação à Câmara, comentou sobre a polêmica eleição da Mesa de 15 de fevereiro de 2022. Na sessão dessa quarta-feira (12), Maicon Cruz (sem partido) chegou a dizer que deus sentiria vergonha do que foi conversado na sala do então presidente Fábio Ribeiro (PSD, atual secrtário de Obras) naquele período. Juninho diz desconhecer o motivo da afirmação do vereador. Já pensando em 2024, Virgílio vai deixar o União Brasil e ingressar no Agir — antigo PTC, que voltou para o comando de Thiago Virgílio.

100

Na conversa, ele ainda falou sobre a abertura da CPI que vai investigar a concessionária Águas do Paraíba e da eleição para deputado federal de 2022, na qual substituiu Anthony Garotinho (União). Na análise de Juninho, Garotinho teria chance de disputar um segundo turno a governador com Cláudio Castro (PL), caso conseguisse chegar à disputa ou de ser o federal mais votado. No entanto, por impedimentos jurídicos, o político da Lapa ficou mais uma vez fora do pleito.

Por falar em Castro, ele reconheceu o apoio do governador a diversas ações no município, assim como também citou o atual presidnete da Alerj, Rodrigo Bacellar (PL).

Confira a íntegra da entrevista:

About The Author

2 Comments

Comments are closed.