Cléber Glória não vê exoneração da direção da Santa Casa como retaliação após vídeo polêmico

Cléber Glória não vê exoneração da direção da Santa Casa como retaliação após vídeo polêmico
  • Publishedmaio 25, 2023

Ainda diretor da Santa Casa de Misericórdia de Campos, Cléber Glória se prepara para deixar a função no dia 31 de maio. Em entrevista ao Manchete Podcast (confira a íntegra no fim do post) desta quinta-feira (25), ele reafirma que não vê relação entre a sua exoneração com um vídeo que ele gravou, e divulgou nas redes sociais, cobrando da Prefeitura de Campos repasses em atraso.

— Nenhuma relação. Essa é uma opção pessoal dele (do novo provedor). O cargo de diretor-técnico, diretor-geral do hospital, é um cargo de confiança do provedor e ele enxerga outras possibilidades, outras perspectivas para a instituição. Lógico, é um direito dele próprio, enquanto gestor maior, de definir quem vai colocar como diretor. Não vejo nenhuma relação com o que tem acontecido com o município — afirmou Cléber. Como informado pelo blog (aqui), o atual provedor, o médico Manoel Corraes, vai se licenciar por questões pessoais. Carlos Alberto, um assistente social da instituição filantrópica, vai assumir.

100

Durante a entrevista, Glória chegou a pontuar avanços do governo Wladimir Garotinho (sem partido) na área da saúde, inclusive no diálogo com os hospitais contratualizados. E pontuou que as cobranças que são feitas são no sentido de alguns ajustes que, na visão dele, precisam ser feitos. Reafirmou que existem repasses em atraso e aproveitou para cobrar um reajuste no repasse que é feito pela Prefeitura aos hospitais.

Cirurgião cardiovascular, Cléber afirma que vai continuar atuando na instituição. E também negou ter interesse em um dia pleitear a provedoria. Pontuou avanços nos sete anos em que esteve à frente da direção da Santa Casa. Questionado sobre uma denúncia de assédio moral ao Ministério Público do Trabalho, descartou que isso também tenha relação com sua saída da direção. Ele pontuou, apenas, o alto nível de estresse vivido na pandemia. Por falar na pandemia, lembrou do aumento dos valores dos insumos a partir deste período — e como isso ainda impacta nos cofres das unidades de saúde.

Confira a entrevista completa:

About The Author