No 7 de Setembro pré-eleitoral, ausências importantes no tabuleiro de SJB

No 7 de Setembro pré-eleitoral, ausências importantes no tabuleiro de SJB
  • Publishedsetembro 7, 2023

Os bastidores da política em São João da Barra não são mais quentes como outrora. Ficaram para trás os movimentos que alimentavam chavões jornalísticos da rivalidade de “abelhas x marimbondos”, da cidade que refletia na disputa eleitoral o clima de “Congos x Chinês” (que, aliás, no Carnaval também já não é como antes). Prova disso foi o 7 de setembro deste 2023 pré-eleitoral. No desfile militar/cívico/escolar, organizado pela Prefeitura, tudo tranquilo. No quesito bastidores da política, ausências chamaram mais a atenção do que a já tradicional disposição dos governistas no palco oficial, e alguns no seu entorno, enquanto os oposicionistas ficam do lado contrário da Joaquim Thomaz de Aquino Filho.

Maior vencedora das eleições no município nos últimos anos, a deputada estadual Carla Machado (PT) não estava no desfile deste ano. Ela é aliada da prefeita Carla Caputi (sem partido), que era vice dela e ascendeu ao comando após a renúncia da hoje deputada. Machado tem articulado com Caputi partidos para a coligação da reeleição em SJB, mas nos bastidores o que todo mundo comenta é que a ex-prefeita sanjoanense tem tentado mesmo uma forma de viabilizar sua candidatura em Campos, sem cair na tese jurídica de “prefeito itinerante”, já que foi reeleita nas terras de Narcisa Amália em 2020.

100

Quem também não apareceu foi o ex-prefeito Betinho Dauaire. Primeiro prefeito da cidade após a emancipação de São Francisco de Itabapoana, ele também foi o único a vencer Carla Machado em uma disputa direta — em 2000, quando ele conquistou a reeleição. E foi o único na oposição a superar os 35% quando perdeu para Machado (2008) e para o indicado dela no pleito de 2012, o ex-prefeito Neco. Betinho já declarou estar entusiasmado com a pré-candidatura do vereador Elísio Rodrigues (PL), mas não descarta voltar ao tabuleiro ou mesmo um representante do clã, o deputado estadual Bruno Dauaire (União). O atual secretário estadual de Habitação também não foi visto neste 7 de Setembro sanjoanense.

Entre as presenças, a prefeita Carla Caputi demonstrou poder de articulação política. Ao seu lado estavam dois vereadores que no ano anterior participaram de fotos no lado oposto d Joaquim Thomaz de Aquino Filho: Alan de Grussaí (Cidadania), atual presidente da Câmara, e Kaká (Podemos). No palanque da prefeita também estavam vereadores que sempre estiveram na base, como Sônia Pereira (PP), Júnior Monteiro (Cidadania) e Julinho Peixoto (PL). Candidato a prefeito em 2020 contra “as Carlas”, e mais votado naquele pleito, Márcio Nogueira também foi visto pelo palanque das autoridades — filho dele, Felipe Nogueira é subsecretário de Fazenda no município.

Do outro lado da rua, Elísio contava com o apoio de remanescentes do último “G-5”, que no ano passado arquitetou derrotas duras ao governo — que contribuíram significativamente para a renúncia da então prefeita, inclusive. Com o ex-presidente da Câmara e pré-candidato a prefeito foram vistos Franquis Areas (PSC) e Analiel Vianna (Cidadania). O ex-vereador Alex Firme e o ex-candidato a vice-prefeito Dalmo Caetano também estavam com o possível candidato a prefeito, além de outros nomes que pretendem disputar uma cadeira na Câmara pela oposição.

Quem esperava um 7 de Setembro com contornos pré-eleitorais, vai ter que esperar o próximo desfile. Até porque no Dia da Cidade, 17 de junho do ano que vem o tabuleiro vai estar mais que arrumado para o pleito que acontece daqui a pouco mais de um ano.

About The Author