Avanço do mar em Atafona volta a ser debatido na Câmara de SJB

Avanço do mar em Atafona volta a ser debatido na Câmara de SJB
  • Publishedagosto 17, 2023

O problema do avanço do mar em Atafona será novamente discutido na Câmara de São João da Barra. A Casa vai receber, no próximo dia 29, às 19h, o doutor em Geologia e Geofísica Marinha pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Eduardo Bulhões. Ele vai proferir uma palestra sobre o assunto, a pedido da vereadora Sônia Pereira (PP), feito por requerimento aprovado em plenário na primeira sessão após o recesso Legislativo. A palestra será aberta ao público.

Estima-se que cerca de 500 casas já foram engolidas pelo mar em Atafona, desde a década de 1960. Segundo a vereadora, os moradores estão preocupados com o futuro, principalmente quando há ressaca no mar. “Estivemos em Brasília com a prefeita e os demais vereadores; foi falado sobre um novo estudo que seria feito e tivemos essa ideia de convidar o professor para fornecer esclarecimentos sobre a erosão e quais medidas podem ser providenciadas para solucionar este fenômeno”, disse.

100

Brasília – Em maio deste ano (aqui), a prefeita Carla Caputi (sem partido) e os vereadores estiveram no Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, em Brasília, onde discutiram os problemas causados pela erosão costeira. No encontro – articulado pelo deputado federal Murillo Gouvêa e que contou com a presença de Bulhões – foi concluída a necessidade da realização de um estudo de viabilidade técnica econômica e ambiental. O deputado se comprometeu a destinar uma emenda de cerca de R$ 2 milhões para o estudo.

O professor Eduardo Bulhões, que fez mestrado em Geografia pela UFF, é um profundo conhecedor dos impactos ambientais na zona costeira do litoral Norte Fluminense. Ele tem se dedicado à pesquisa na área de Geociências, com ênfase em geomorfologia costeira e submarina e geologia marinha, atuando nos temas: geomorfologia costeira, processos litorâneos, modelagem de ondas oceânicas, impactos de tempestades e mapeamento costeiro. Em 2019, Bulhões esteve na Câmara Sanjoanense para uma audiência pública sobre o assunto.

About The Author