Marquinho Bacellar: Se for o melhor para o grupo, posso ser candidato a prefeito

Marquinho Bacellar: Se for o melhor para o grupo, posso ser candidato a prefeito
  • Publishednovembro 3, 2023

O presidente da Câmara de Campos, Marquinho Bacellar (SD), afirmou em entrevista ao Manchete Podcast desta semana, que não tem a intenção, mas que poderia figurar como candidato a prefeito da cidade no próximo ano. “Sou um cara de grupo. Se for o interesse do grupo, se for para o melhor do grupo, abriria mão de uma disputa a vereador e viria a prefeito sem problema. Mas acho que é precipitado demais isso”, disse.

Com várias críticas ao prefeito Wladimir Garotinho (PP), Marquinho falou sobre o fim da pacificação e colocou na conta do chefe do Executivo campista. Questionado sobre o que causou o fim da pacificação, ele respondeu: “A imaturidade do prefeito. Dentro do acordo de paz, a gente teria uma linha direta para tratar os assuntos com ele ou com os secretários. Nós, vereadores de oposição, mesmo em menor número, recebemos mais denúncias do que a base do prefeito, porque a gente tem voz, tem o direito de falar, eles já não têm com medo de perder cargo ou alguma outra coisa. A gente resolvia direto com os secretários, no começo foi assim. Começou a travar, a gente não tendo acesso aos secretários, o prefeito não nos atendia mais”.

100

Na entrevista, Marquinho ainda questionou as pesquisas que dão ampla margem de popularidade ao prefeito e diz que Wladimir tem medo de encarar qualquer adversário nas unas — o que pontua ser uma incoerência, já que ele acredita estar com a popularidade em alta. Bacellar também falou sobre a audiência pública da desordem urbana e comentou sobre o movimento do PSD, quando Caio Vianna tirou a liderança do vereador Bruno Vianna. Marquinho chegou a questionar se houve aliança entre o filho do ex-prefeito Arnaldo Vianna com o filho do ex-prefeito e ex-governador Anthony Garotinho.

— Ele (Caio) destituiu Bruninho de líder do PSD e automaticamente Fred Rangel entrou como líder. Fred é concunhado do prefeito. Popularmente, o partido foi entregue ao prefeito, as diretrizes do partido na Câmara vão ser as que o prefeito determinar.

Confira a entrevista completa:

About The Author