Marquinho Bacellar diz que briga dos pais não fere pacificação com Wladimir

Marquinho Bacellar diz que briga dos pais não fere pacificação com Wladimir
  • Publishedagosto 15, 2023

O presidente da Câmara de Campos, Marquinho Bacellar (SD), garantiu, na sessão dessa terça-feira (15), que a pacificação política com o prefeito Wladimir Garotinho (sem partido) está mantida, a despeito das brigas entre os pais deles nas redes sociais. Marquinho afirmou que ele e o prefeito escolheram “viver o mundo real”, em busca de melhorias para a população. O presidente da Câmara ainda fez duras críticas ao ex-governador Anthony Garotinho, a quem chamou, entre outras coisas, de um “pitbull velho, sem dentes, trancado em um canil e sobrevivendo de pelancas”. E reforçou, em nome do grupo político, o pedido de desculpas a Rosinha Garotinho — que já havia sido feito pelas redes sociais, pelo próprio Marcos Bacellar.

— Quem está esperando também que eu vá brigar com o prefeito pelas atitudes dos nossos pais, está enganado. A pacificação existe, está sendo mantida. Se os nossos pais querem brigar nas redes sociais, eu o prefeito chegamos num entendimento há algum tempo e que prevalece: preferimos viver a vida real, que é buscar melhorias e qualidade de vida para o povo de Campos. Se os nossos pais querem brigar, deixa eles brigarem à vontade. A pacificação, da minha parte e do nosso grupo de vereadores, se mantém. Sempre que for bom para a população, estamos juntos. O que não for, vamos divergir — disse o atual presidente da Casa.

100

Em relação ao vídeo do pai, Marquinho afirmou: “Meu pai me ensinou duas frases que usava muito antigamente: não bater palma para maluco e não chutar cachorro morto. Ele, no calor das emoções, esqueceu os ensinamentos que me deu e fez isso: bateu palma para um doido e chutou um cachorro que já está morto”. E também comentou especificamente em relação à situação com Rosinha.

— Meu pai errou, se desculpou. Agiu muito mais na emoção do que na razão, isso é fato, estar claro, e vai pagar na Justiça pelo erro que cometeu. E assim que tem ser. E mesmo assim, ele já se desculpando, estou aqui, como presidente desta Casa, vereador eleito por vários eleitores nossos, peço desculpas novamente, em nome de todo o nosso grupo, a todas as mulheres que se sentiram ofendidas — disse Marquinho, lembrando episódios de ofensas de Garotinho contra ele e sua família.

Pacificação só com o filho

Se vai tudo bem com Wladimir, a relação de Marquinho e dos Bacellar com Anthony Garotinho nem de longe parece ter acalmado. Em mais de uma oportunidade o presidente da Casa usou a tribuna para chamar o ex-governador de corrupto e chefe de quadrilha.

— A gente hoje tem um ex-governador que claramente apresenta dificuldade mental, um distúrbio mental. Está claro que ele não está batendo bem, isso está claro. Ele sofre da síndrome da falta de poder: ele não tem em quem mandar mais, não tem caneta, não tem poder. Isso mata ele, gente — afirmou Marquinho.

About The Author