Alta temporada em SJB movimenta mais de R$ 40 milhões, diz Prefeitura

Alta temporada em SJB movimenta mais de R$ 40 milhões, diz Prefeitura
  • Publishedfevereiro 20, 2024

A programação do verão 2024 “Aqui me sinto feliz!” e do “Meu eterno carnaval” em São João da Barra atraiu mais de 400 mil pessoas que movimentaram a economia do município em mais de R$ 40 milhões – de acordo com cálculos da Secretaria Municipal de Turismo e Lazer, de um gasto médio de R$ 100 por pessoa. A temporada curta iniciou no réveillon e encerrou no último domingo, 18. A Prefeitura preparou uma série de eventos esportivos, recreativos, culturais e sociais com shows musicais, com destaque para o melhor carnaval do interior do estado do Rio de Janeiro que mais uma vez recebeu um grande público.

— A intenção foi preparar uma programação eclética, que atendesse todos os gostos, mas nos preocupamos também com a segurança e a tranquilidade dos moradores e visitantes. E os sentimentos que ficam são de dever cumprido, por ter conseguido agradar ao público que compareceu nos eventos; satisfação, por ter gerado trabalho e renda para o comércio fixo e de ambulantes, setor de serviços e de gratidão, por ter contado com uma equipe dedicada e responsável, que não mediu esforços para que o nosso verão e carnaval fossem um sucesso”, declarou a prefeita Carla Caputi.

100

Presidente da Associação de Pousadas, Hotéis e Restaurantes, Patrícia Matos informou que a taxa de ocupação se manteve em alta praticamente durante toda a temporada do verão, como é o caso da Pousada e Restaurante Porto Prime, em Atafona. “Durante a temporada de verão e carnaval o estabelecimento ficou com 100% de ocupação. Praticamente dobramos a movimentação comparando ao ano passado e obtivemos bastante lucro”, disse o supervisor de hotelaria da Porto Prime, Wilson Neto.

Segundo Laís Valiengo Stellet, proprietária da Pousada e Restaurante Lalilu’s, em Grussaí, o verão e o carnaval foram maravilhosos. “Ficamos com todas as acomodações lotadas e tivemos que fazer ainda o remanejamento de hóspedes para outras pousadas parceiras, que também ficaram lotadas. Já no restaurante, registramos uma maior movimentação na parte da noite. Esse ano foi surpreendente comparado ao ano passado”, avaliou Laís.

A gerente do Sesc Grussaí, Christiane Caetano, ressaltou que o verão e carnaval no hotel foram positivos devido à taxa de ocupação excelente. “Dos 188 apartamentos disponíveis tivemos de 90% a 95% de ocupação aos fins de semana de janeiro, 96% no carnaval e de 60% a 65% durante os dias de semana. Isso dá uma média de 11.000 hóspedes vindos de diversas partes, mas principalmente do Rio de Janeiro (capital e interior), Minas Gerais, Espírito Santo e de São Paulo. Mas tivemos ainda a visita de hóspedes de outros estados como Goiás e Mato Grosso, além do day use (visita de curta duração), que também foi muito aquecido nesse período, com a visita em torno de 2.500 pessoas”, comentou Christiane.

Recepcionista da Pousada Rio Sol, em Atafona, Ana Rosa Silva Meireles enfatizou que o movimento foi bom e que apesar do número grande de suítes a ocupação foi de 80% a 90% aos fins de semana e carnaval, recebendo clientes dos estados do Rio Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais.

A funcionária do Ricardinho Restaurante, em Atafona, Neuza Gonçalves, analisa o movimento do verão e carnaval com saldo positivo. “Trabalhamos com um total de 70 mesas e disponibilizamos 260 lugares, sendo que a média de fluxo por dia de pico foi de 500 a 700 pessoas, nos primeiros quinze dias de janeiro, aos finais de semana e no carnaval. Já durante os dias da semana a rotatividade girava em torno de 200 a 300 pessoas”,

O ambulante de Atafona Marcelo de Souza Rangel, há oito anos trabalhando no verão e carnaval da cidade, relatou que essa temporada ultrapassou as expectativas. “As vendas foram ótimas no verão e no carnaval, melhor ainda. Foram dias de muito trabalho, chegava cedo na avenida do samba, só saia de madrugada e por noite tinha que repor a mercadoria por duas vezes. O cansaço foi grande, mas valeu a pena o esforço. Nós ambulantes só temos a agradecer à prefeita Carla Caputi pela programação do verão e carnaval que atraiu um grande público, favorecendo a comercialização dos nossos produtos”, declarou Marcelo.

Carnaval de SJB é considerado o maior do interior fluminense

Estrutura no verão e carnaval

Do réveillon até o dia 18 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Turismo e Lazer promoveu shows musicais na sede do município e no litoral – Atafona, Grussaí e Açu – com artistas locais, regionais e diversas atrações nacionais. Eventos culturais também aconteceram, a cargo da Secretaria Municipal de Cultura. Para tranquilidade de moradores e visitantes, a Secretaria de Segurança Pública atuou neste verão e carnaval de forma integrada com as forças de segurança. Foram utilizadas mais de 200 câmeras para o monitoramento das vias, principalmente nos locais dos eventos, como por exemplo na avenida do samba, onde por dia atuaram 35 guardas municipais, seis policiais do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) e uma média de 400 seguranças privados. Neste período, na orla, houve 105 salvamentos aquáticos e 140 idosos e portadores de necessidades especiais utilizaram as cadeiras anfíbias para chegar ao mar. A Correição retirou 22 animais das ruas para evitar acidentes. E o Setor de Fiscalização e Postura cadastrou 115 ambulantes no verão e 124 no carnaval.

Para prestar atendimento médico de emergência e urgência a Secretaria de Saúde montou postos nos locais dos eventos de verão e carnaval de acordo com as normas técnicas exigidas pelo Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro. Durante os shows de verão foram registrados de 10 a 30 atendimentos por dia e no carnaval em torno de 40 a 50 por dia. Os casos mais comuns foram de excesso de bebida alcoólica e um caso isolado de traumatismo craniano, em que a vítima se machucou por acidente, foi encaminhada para o Hospital Ferreira Machado, mas passa bem.

Para manter a cidade limpa, a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos atuou diariamente com um efetivo de 336 trabalhadores durante a temporada de verão, recebendo um reforço de mais 191 no período da folia. No carnaval, por exemplo, esses trabalhadores eram os primeiros a chegarem à avenida realizando serviços de varrição, lavagem e coleta de resíduos, além de limpeza de banheiros públicos. Somente neste período de verão e carnaval foram coletadas mais de 5.500 toneladas de lixo.

A Secretaria de Transporte e Trânsito contabilizou mais de 160 mil passageiros que utilizaram o transporte gratuito público municipal neste período de verão e carnaval. Foram 15 ônibus circulando de segunda-feira a domingo. E para manter a ordem nas ruas, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) escalou um efetivo de 100 agentes para atuar no verão na sede do município, Açu, Atafona e Grussaí. No período de carnaval, 162 agentes nos mesmos locais.

Para incentivar a prática esportiva, fundamental para a manutenção da saúde e da qualidade de vida, a Secretaria de Esportes realizou uma programação esportiva do verão que foi bastante prestigiada, atraindo mais de 1.000 atletas de 22 modalidades diferentes, com uma premiação total de mais de R$ 80 mil, além de medalhas e troféus.

About The Author